Telefones: 22-26232064
22-992273216 / 22-988363894

Lucia Elena Simas de Lima- Médica Veterinária

Nascida em 17 de abril de 1968, a menina de família  pobre, porem instruída, sempre amou os animais. Ficava encantada quando os veterinários iam consultar os cães do colégio de freiras onde estudou seus primeiros anos como bolsista e entendeu que ser veterinária era mesmo coisa do destino, quando o acaso a levou ao mesmo estabelecimento como veterinária

.Graduou-se em Medicia Veterinária pela Universidade Federal Fluminense em 31 de outubro de 1992, trabalha na aréa de clínica médica e cirurgica de pequenos animais.

           
Lucia
       

A chegada do filhote

O filhote chegou.

Recém desmamado, com cara de carente e irresistível. Rapidamente se transforma no xodó da casa.

Todas as atenções são desviadas para ele, sua alimentação, educação e prevenção de doenças são imprescindíveis, pois é muito, muito triste ver aquela criaturinha doente, internado numa clínica e muito menos morto.

Triste e traumatizante. Posso falar porque convivi com isso algumas vezes na minha infância, e sei que, principalmente, quando se trata de animal de crianças, a coisa é muito mais séria do que possa parecer.

Então vamos relembrar.

Leia mais...

O Charlatão

     Ele sabe de tudo....

            Sempre muito simpático e seguro de si. Ele é a solução para todos os seus problemas. Quando encontrado, ele está sempre disponível. Seja na praia, no restaurante, na boate, em qualquer lugar, ele lá está sempre pronto a dar opiniões e prescrever medicamentos que segundo ele vão resolver todas aquelas mazelas que seu animal tem e nenhum veterinário “formado” conseguiu solucionar.

            E a experiência.... É de derrubar o mais competente dos profissionais.

            Não importa se tem 25 anos de idade. Tudo de que se fala ele sabe e já viu vários casos. Uma vez conheci um espécime que se somasse todos os cursos que ele dissera ter feito já estaria beirando os 100 anos. E rodado o mundo inteiro, pois foram vários os intercâmbios culturais. Menino de sorte esse! E como mente!

Leia mais...

Como adotar um cão adulto

        Para quem lida com doação de animais, é triste ver um animal chegar aos 5 meses e não ser adotado. Já aí já se percebe que a chance arrumar uma família, está cada vez mais distante. Na verdade, tal e qual em humanos, há sempre preferência por bebês, pois imagina-se que animais criados por terceiros possam vir com hábitos ruins, e incorrigíveis tonando a adoção ao invés de prazerosa, uma fonte de problemas e grande decepção.

         Aí eu digo que, dependendo do proposito da adoção, é possível adotar um animal adulto sem receber um problema já formado. Desde que haja intenção do novo proprietário em permanecer com o animal para sempre, tudo é uma questão de boa vontade.

Leia mais...